Joyland – Stephen King | Resenha de Livros

Joyland
Stephen King
Terror / Suspense e Mistério
Suma de Letras

Confira a resenha do livro Joyland de Stephen King.

Quem leu A Culpa é das Estrelas, de John Green, deve lembrar da Hazel dizendo que leria até a lista de compras do seu escritor favorito. Eu me sinto quase assim com o Stephen King. Digo quase porque eu não posso dizer que já li tudo dele, nem mesmo a maioria. Mas tudo o que eu li, eu amei!

joyland, joyland stephen king, livro joyland, livro joyland stephen king, livros stephen king, stephen king, livros de terror, livros de suspense, resenha de livros, blog literário, blog de livros

Adoro os livros, a maioria dos filmes (apesar de não achar a menor graça no filme O Iluminado, mas isso é papo para depois), os personagens sinistros e os cenários que ele cria dentro da nossa mente através das suas palavras. Sim, comecei a ler Joyland por causa do autor do livro, coisa que dificilmente faço. O cenário envolver um parque de diversões antigo também me atraiu. Felizmente, não me decepcionei.

Mas preciso dizer que para quem quer estrear com Stephen King, eu não recomendo Joyland. Geralmente quem busca um livro do King procura uma carga mais pesada de terror do que Joyland oferece.

Joyland

É a história de Devin, mas é mais ainda a história de Joyland, o parque de diversões onde ele vai trabalhar no que deveria ser apenas um verão. Lá, ele se depara com um mistério e se vê envolvido nele naturalmente.

joyland, joyland stephen king, livro joyland, livro joyland stephen king, livros stephen king, stephen king, livros de terror, livros de suspense, resenha de livros, blog literário, blog de livros

A escrita te envolve desde a primeira página, ele tem esse poder. A levada é muito agradável e é em primeira pessoa. Quem narra o livro é Devin, um personagem cativante e real. É realmente fascinante ver Joyland através dos olhos dele, um jovem universitário com o coração partido. A trama demora para se desenvolver, mas isso não faz do livro cansativo, todas as fases dele tem algo importante para a construção da história, então em nenhum momento você lê encheção de linguiça. É mais suspense do que terror, mas ainda assim consegue ser macabro nos pequenos detalhes do seu desenvolvimento.

Pontos negativos (pode ser considerado spoiler, dependendo do ponto de vista):
Eu esperava mais do mistério do “não é branco”. Achei que seria uma puta revelação muito mais complexa.

Achei meio frustrante o modo que ocorreu a libertação de Linda Gray. Esperava mais cenas com ela envolvida e mais dessa cena final.

Esperava também que Joyland fosse um cenário mais aproveitado como sombrio em algumas cenas, mas isso não aconteceu.

E você, já leu Joylande? O que achou do livro? Qual o seu livro favorito de Stephen King? Deixe seu comentário contando sua opinião!

Confira a sinopse do livro clicando aqui.

Um comentário

Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *